Situando a cidade de Münster e a microrregião Warendorf

 

A cidade de Münster localizada a 60 metros acima do nível do mar, no norte do estado da Renânia do Norte-Westfália. Atualmente tem em torno de 300.000 habitantes. É cidade sede da região (Kreisfreiestadt). Em termos geográficos e administrativos a cidade é dividida em cinco regiões com seus respectivos bairros: norte (Coerde, Kinderhaus, Sprakel), leste (Gelmer, Handorf), oeste (Albachten, Gievenbeck, Mecklenbeck, Nienberge, Häger, Roxel), sudoeste (Angelmodde, Gremmendorf, Wolbeck) e Hiltrup (Amelsbüren, Berg Fidel, Hiltrup).

 

Em torno de 9% da população é de estrangeiros. O desemprego registrado em outubro de 2016 era de 5,6%. A população economicamente ativa (132.000 pessoas) está empregada em 80% no setor terciário (serviços), 17% no setor secundário (produção, indústria) e 1% no setor primário (agricultura). A média de idade é de 40 anos e a expectativa de vida para mulheres é de 84,3 anos e para homens 79,5 anos, sendo das mais altas do meio urbano alemão.

 

Em 2004 a cidade recebeu a prêmio internacional de cidade mais habitável do planeta na categoria 250.000 a 700.000 habitantes, o “LivCom Award”, outorgado pelo Programa do Meio Ambiente das Nações Unidas. Este feito motiva para um olhar mais veemente para esta cidade. Além disso, é estimada como “cidade amiga das famílias”, por possuir inúmeros programas (sociais, culturais, educacionais, de saúde, de lazer, etc.) que promovem e facilitam a vida em família. Destaca-se como cidade das bicicletas, sendo seu número superior ao de habitantes, atingindo quase 400.000.

 

O alto percentual de pessoas ocupadas no setor terciário ocorre, entre outros, pelo fato da cidade sediar o judiciário estadual, a universidade, outras escolas superiores, cooperativas, seguradoras e bancos, bem como significativas instituições, como a Associação Estadual Westfalen-Lippe.

 

Historicamente, existem menções a um aglomerado populacional já entre o século I e IV, no local onde atualmente está situada a Catedral. Todavia, 793 é considerado o ano de fundação de Münster, pois foi neste ano que o rei Carlos, o Grande, estabeleceu o início do processo de povoamento mais intensivo no local, a partir da instalação de um mosteiro.


Foi em Münster que os chamados Rebatizadores, um movimento religioso de reforma protestante, quiseram instalar seu Reino. Entretanto, as ações de terror do poder religioso dominante na época (Igreja Católica) findaram este movimento em 1535.

 

Um fato importante ocorreu em 1648, quando em Münster foi assinado o Tratado de Paz da Vestfália, o qual finalizou a Guerra dos Trinta Anos. Convém mencionar este fato, pois a partir deste tratado instalou-se o Estado da Holanda, marco na constituição dos Estados modernos.

 

Münster abriga a 3ª. maior universidade alemã, sendo esta chamada à vida em 1773. Atualmente conta com aproximadamente 44.000 estudantes, dos quais 54% são mulheres. Dos matriculados na Universidade, cerca de 3.500 são estrangeiros, quase 2.000 são mestrandos e 800 são doutorandos. As áreas de conhecimento estão agrupadas em 15 faculdades: teologia evangélica, teologia católica, ciências jurídicas, economia, medicina, ciências sociais e ciências da educação, psicologia e ciências do esporte, história e filosofia, línguas, matemática e informática, física, química e farmácia, biologia, geografia, música.

 

Na cidade de Münster, o executivo municipal é organizado em: 1) gabinete do prefeito, 2) secretaria de serviços ao cidadão, RH, organização, ordem, prevenção de incêndios e informática, 3) secretaria de finanças e gestão participativa, 4) secretaria de planejamento, construção e economia, 5) educação, juventude e família, 6) secretaria social, integração cultura e esporte e 7) secretaria de habitação, imóveis e sustentabilidade.

 

O poder legislativo, a câmara municipal é composta por 72 pessoas, sendo a distribuição por partidos políticos3 da seguinte forma: CDU 25, SPD 19, Büdnis90/Grünen 15, FDP 4, Die Linke 4, Piraten 2, AfD 1, UWG 1, sem partido 1. Vale destacar que os vereadores não são remunerados, ou seja, todos são voluntários.

 

O executivo é poder que implementará o que o legislativo instituiu. Todavia, este poder pode não ser o operador direto dos serviços públicos necessários. Ele pode instituir e/ou constituir empresas públicas ou empresas de economia mista para efetivação do serviço público. É o que ocorre no âmbito da mobilidade e do meio ambiente.

 

Neste sentido, a cidade de Münster é 100% proprietária da empresa denominada Stadtwerke Münster GmbH. Esta é uma empresa municipal, responsável pela prestação de serviços públicos na área do abastecimento e transporte público de pessoas. A empresa abastece a cidade com energia elétrica (gerada de diferentes fontes, como por exemplo, o vento), gás, calefação à distância e água. Além da rede de ônibus, opera o porto (fluvial) e a iluminação pública. Assim, no que concerne a mobilidade urbana, a operacionalização é realizada por esta empresa. De outro modo, expressivo meio de mobilidade são as bicicletas. A rede de ciclovias no município de Münster é de cerca de 300 Km. E dos deslocamentos diários de realizados pelas pessoas, cerca de 40% são com o uso de bicicletas, constituindo-se em importante meio de transporte.

 

Na área do meio ambiente e saneamento ambiental, há determinados serviços que são realizados pela empresa pública municipal denominada Abfallwirtschaftsbetriebe Münster. Esta atua na área do lixo (reciclagem, compostagem) e limpeza pública, incluindo os serviços de remoção da neve.

 

A microrregião administrativa Warendorf é composta por 13 municípios com 277.531 habitantes: Ahlen (52.287 habitantes), Beckum (36.560 hab.), Drensteinfurt (15.542 hab.), Ennigerloh (20.037 hab.), Oelde (29.299 hab.), Sassenberg (14.403 hab.), Sendehorst (13.218 hab.), Telgte (19.557 hab.), Warendorf (37.249 hab.), Wadersloh (12.443 hab.), Ostbevern (10.873 hab.), Everswinkel (9.583 hab.) e Beelen (6.380 hab.).

 

A microrregião é responsável por realizar tarefas, que tanto por motivos econômicos como por motivos de utilidade/resolutividade, necessitam ser realizados por instituições supralocais. Assim, planeja, implementa e controla serviços públicos regionais na área do transporte de pessoas, construção de estradas, fomento econômico, escolas profissionalizantes, cadastro e topografia, proteção ambiental (inclui solo, água, mananciais, efluentes, lixo), vigilância alimentar e veterinária, proteção à catástrofes e serviço de salvamento, cultura (museus), registro e permanência de estrangeiros, saúde (doenças psíquicas, demência), proteção à juventude (prevenção à drogas), assistência social e domiciliar (adoção, pessoas com deficiência, refugiados, asilados). Assessora os municípios e cidadãos na geração e consumo de energia, advinda de diferentes fontes.

 

Há uma câmara regional composta por 56 representantes eleitos por voto direto pelos cidadãos, sendo sua atuação voluntária, isto é, não remunerados. Eles são responsáveis por decisões concernentes as áreas acima citadas, sendo daí posteriormente implementadas pela microrregião. A composição está assim distribuída: CDU = 25, SPD = 12, Grünen = 6, FDP = 6, FWG = 5, Die Linke = 2.

No que se refere a microrregião Warendorf destaca-se que nem todos os municípios possuem suas próprias empresas públicas atuantes na área da mobilidade, meio ambiente e infraestrutura urbana. Os municípios associam-se em consórcios e contratam serviços públicos de forma combinada. Assim, por exemplo, o para o transporte intercidades e regional de pessoas são contratados serviços de empresas (ônibus, trens, táxis), ou seja, são concessões públicas e terceirizadas para garantir a mobilidade dos cidadãos.

 

Outro exemplo são os serviços de coleta e reciclagem de lixo. A microrregião constituiu uma empresa de economia mista para a realização dos serviços de coleta e reciclagem de lixo, denominada Abfallwirtschaftsgesellschaft mbH (AWG). A microrregião é proprietária de 67% desta empresa, sendo que outros 28% são de propriedade da empresa Remondis GmbH & Co. e os demais 5% da empresa Heinrich Walter Bau GmbH, ambas de capital privado. Constitui-se daí um complexo arranjo de interesses, cuja finalidade é atender os cidadãos, mas com vistas de garantir a sustentabilidade ambiental.

 

 

Ligações úteis:

 

Sítio principal da cidade de Münster: https://www.muenster.de

 

Mapa da cidade de Münster:
http://geo.stadt-muenster.de/webgis2/frames/index.php?PHPSESSID=b4537facaf1c349247c612e6f4cc524e&gui_id=Stadtplan

 

Sitio da microrregião:
http://www.kreis-warendorf.de/w1/

 

Universidade em Münster:
www.uni-muenster.de

 

Empresa atuante na infraestrutura urbana de energia e mobilidade (Stadtwerke) em Münster:
https://www.stadtwerke-muenster.de/privatkunden/startseite.html

 

Empresa atuante no saneamento ambiental (Abfallwirtschaftsbetriebe) em Münster:

http://awm.stadt-muenster.de/index.html

 

Empresa atuante no saneamento ambiental (Abfallgesellschaft) na microrregião Warendorf:
http://www.awg-waf.de/index.php?id=52

 

Sítio principal da cidade de Warendorf:
https://www.warendorf.de

 

Sítio principal da cidade de Telgte:
http://www.telgte.de/index.php

 

Informações turísticas sobre a região de Münsterland:
http://www.muensterland-tourismus.de/22651/muenster-tourismus

 

 

Galeria de Fotos:


FOTOS DE MÜNSTER

FOTOS DE MÜNSTER: bicicletas

FOTOS DE MÜNSTER: centro da cidade

FOTOS DE MÜNSTER: estradas

FOTOS DE MÜNSTER: infra-estrutura urbana